oftalmopediatria-mirai-oftalmologia-taubate

A OFTALMOPEDIATRIA atua no diagnóstico de diversas doenças, como:

  • Erros refracionais, que são as ametropias mais comuns e podem ser corrigidas com uso de óculos;
  • Catarata e glaucoma congênitos (que nascem com a criança);
  • Tumores, como o retinoblastoma;
  • Distúrbios que podem se manifestar ainda nos primeiros meses de vida, como o estrabismo, a obstrução das vias lacrimais ou a toxoplasmose.

Como as crianças dificilmente manifestam alguma queixa, é necessário ficar atento às principais manifestações das doenças da infância, como:

  1. Dificuldade para fixar a visão (sinal de baixa acuidade visual);
  2. Olhos não alinhados (estrabismo).
  3. Mancha branca na pupila (pode ser sinal de catarata ou retinoblastoma);
  4. Lacrimejamento ou lágrimas nos olhos (pode ser glaucoma, obstrução da via lacrimal, quadros alérgicos ou corpo estranho).

A PREVENÇÃO SERÁ SEMPRE A MELHOR ALTERNATIVA. Em caso de suspeita de alguma alteração, deve-se procurar o OFTALMOPEDIATRA para avaliação. Muitas vezes, estas alterações são muito leves ou difíceis de perceber. Assim, A MELHOR FORMA DE PREVENIR É FAZER EXAMES PERIÓDICOS. Na OFTALMOPEDIATRIA, estamos sempre correndo contra o relógio. Quanto mais rápido o diagnóstico e o tratamento das doenças oculares, maiores as chances de que a criança desenvolva uma visão de qualidade. Por isso é importante os pais estarem atentos.


TRATAMENTOS:

  • ESTRABISMO:
    Pode ser necessário o uso de óculos, cirurgia ou até ambos.
  • ERROS DE REFRAÇÃO:
    Em alguns casos são prescritas lentes corretivas (óculos).
  • OBSTRUÇÃO DE VIAS LACRIMAIS:
    Se iniciado o tratamento nos primeiros meses de vida, possui grande chance de cura, através de massagem ou por sondagem das vias lacrimais. Se necessária, cirurgia.
  • CATARATA CONGÊNITA:
    Na maioria das vezes, necessita de tratamento cirúrgico, que deve ser realizado nos primeiros meses de vida.
  • GLAUCOMA CONGÊNITO:
    Muitas vezes precisa tratamento cirúrgico e tratamento com colírios.
  • DOENÇAS INFECCIOSAS:
    Podem ser usadas medicações como antibióticos, na forma de colírios ou de medicações de uso oral.

* Muito importante: Apenas seu oftalmologista pode avaliar com precisãoseu caso clínico em particular.
Clique aqui para agendar uma consulta ou ligue: (12) 3421-9495

Itens Relacionados